Kursy językowe Poznań
Kursy Poznań
Znajdujesz się w: Porto Alegre  »  Oddział w Poznaniu  »  Artykuły / spotkania / wydarzenia  »  Paula Rego

 

Paula Rego, força narrativa

 

      Paula Rego (nascida em 1935) é uma das mais reconhecidas pintoras no panorama da arte contemporânea portuguesa. Paula Rego nasceu em Lisboa mas viveu sempre entre Portugal e Inglaterra.

      Grande parte das suas obras são figurativas, narrativas e possuem muitos elementos simbólicos. No entanto, as suas pinturas mais antigas, datadas dos anos 60, possuem uma estética abstrata ligada a critica e reflexão sobre o sistema político do Portugal de então – a ditadura de Salazar. Progressivamente, o seu estilo evoluiu para um estilo mais linear e figurativo, de que são exemplo as suas pinturas mais recentes. Os seus temas são na maioria as lendas e folclore tradicionais, ou os contos de fadas e imaginário relacionado com a infância e vida familiar. Estes são abordados de uma perspetiva moderna, o que dá às pinturas novos significados e interpretações. A sua obra toca problemas tão básicos e universais como a sexualidade, trauma, doença, ou o papel da mulher na sociedade. As figuras pintadas são robustas, esculturais e expressivas, e muitas vezes acompanhadas de animais, tecidos, vestuário e elementos de épocas passadas. Transversal a toda a sua produção é a natureza narrativa, e por detrás de cada quadro existem várias historias interligadas – pessoais, da vida da pintora, e coletivas, sejam elas históricas, folclóricas ou fantásticas. As técnicas que utiliza vão da tinta de óleo ao pastel, passando pela gravura e tinta acrílica.

      Presentemente vive e trabalha em Londres e em 2010 foi nomeada Dama do Império Britânico. Em Cascais, perto de Lisboa, podemos visitar o seu museu 'Casa das Histórias', com uma coleção extensa das pinturas de Paula Rego e caracterizado por uma arquitetura muito original e distintiva. (Cristina Ferreira).

 ​ 

Centauro, 1964 colagem e oleo sobre tela, 140x139cm             Entre Mulheres1997                                                                  Guerra, 2003

 

​ 

Agonia no Horto (2002)                                                                Museu 'Casa das Histórias Paula Rego'