Kursy językowe Poznań
Kursy Poznań
Znajdujesz się w: Porto Alegre  »  Gramatyka  »  Gramática portuguesa  »  Português de Portugal x Português do Brasil (2)

Português de Portugal x português do Brasil (2)

       Apesar da nossa língua portuguesa não estar dividida em “versões” (versão brasileira, versão portuguesa, versão angolana, etc) e o uso da expressão “versão brasileira” para definir o português usado no Brasil ser algo completamente sem fundamento (alguém já viu livro de gramática “brasileira”?), ainda mais depois do acordo ortográfico que entrou em vigor dia 01 de janeiro deste ano; existem algumas pequenas diferenças entre o português de Portugal e o português brasileiro. Hoje e nas semanas (talvez meses) seguintes, colocaremos aqui um pequeno dicionário com as maiores diferenças entre o português do Brasil e de Portugal. Hoje a segunda parte. Boa leitura!

 

 

B

 

BAGAÇO – Ė o que chamamos no Brasil cachaça. A diferença, além do nome, é de que no Brasil a aguardente é feita da cana de açúcar. Já os portugueses utilizam para isso as uvas. No Brasil, bagaço usamos para definir uma fruta sem o seu suco ou para uma pesssoa que está muito cansada ou envelhecida.

BALNEÁRIO – O lugar onde os brasileiros mais gostam de passar o tempo livre no verăo. Em uma praia. Em Portugal, porém, balneário é o lugar para onde o juiz e as equipes de futebol se dirigem no intervalo ou depois de uma partida de futebol. „Szatnia”, em polaco. No Brasil chamamos este local de vestiário.

BANHEIRO – Aqui temos uma grande confusăo. Banheiro, no Brasil é o que a maioria dos portugueses chama de casa de banho. „Łazienka”, em polaco. Para um português, ao escutar a palavra banheiro, a conotaçăo mais frequente é com a pessoa que cuida da segurança dos banhistas, na praia ou em uma piscina. „ratownik”, em polaco. No Brasil salva-vidas.

BETÃO – Para os polacos não é difícil de adivinhar. Soa quase como ¨BETON¨ e significa exatamente isso. No Brasil não conhecemos esta palavra. O correspondente para betão é concreto ou cimento armado. Betão, no Brasil, pode-se escutar como aumentativo de Beto (maneira carinhosa e/ou familiar de chamar uma pessoa com o nome de Alberto, Norberto, Roberto etc). O grande Beto pode ficar no Brasil, então,  Betão.

BICA – É aquilo que os brasileiros chamam de cafezinho. Ou seja, um pequeno café (kawka), geralmente muito forte. No resto do mundo conhecido como expresso.

BICHA – A já famosa diferença entre Portugal e Brasil. Talvez a mais famosa. No Brasil, bicha significa homossexual masculino. Em Portugal, bicha é o mesmo que ¨kolejka¨ em polaco. No Brasil, para ¨kolejka¨ falamos fila. Devemos, porém, salientar de que no sul de Portugal, por exemplo, bicha já significa também, como no Brasil, homossexual, o que é resultado da influência da cultura brasileira em Portugal. Cada vez maior, por sinal.

BILHETE DE IDENTIDADE – É o mesmo que dowód osobisty. No Brasil falamos Carteira de identidade

 

BOLÉIA – Algo popular na Europa, e bem menos no Brasil. AUTOSTOP,  em  polaco.

No Brasil usamos a palavra carona.

 

BORRACHEIRA – Nítida influência do espanhol. É o mesmo que embriaguez, bebedeira. Być pijanym em polaco.

 

BRASUCA – A princípio palavra usada de maneira pejorativa para classificar os brasileiros. Atualmente usada inclusive pelos jornalistras brasileiros quando falam, por exemplo, de um brasileiro que vive no exterior.

 

BUÉ – Palavra de origem angolana, muito usada em Portugal pelos jovens e que significa muito (duzo).

 

BUZARANHAPalavra completamente desconhecida no Brasil e que é sinônima do substantivo ventania ou vendaval. (wichura)